13 Reasons Why | Não seja um Porquê

sexta-feira, maio 05, 2017


Olá meus amores,
Hoje trago pra vocês um post mais do que especial, falarei sobre o maior sucesso atual da Netflix: “13 Reasons Why” (Os treze porquês),  citarei também a minha opinião sobre o livro do Jay Asher, e principalmente, tentarei deixar uma mensagem importante pra vocês, lá no fim da publicação.


Há um mês atrás, a internet parou para conferir a adaptação do livro que já era muito famoso no mundo literário. Eu, já havia lido várias resenhas e meus seguidores vinham me indicando a leitura, porém, eu nunca me interessei pela premissa da obra. Mas, quando descobri que ele seria adaptado pela minha crush, Netflix, fui correndo procurá-lo para comprar. Como não aguentei ouvir as pessoas falando e falando somente sobre a série, resolvi assistir antes de ler.

A série conta a história de Hannah Baker, uma garota que optou pelo suicídio, por vários motivos e pessoas. Antes de morrer, gravou 13 fitas, cada uma destinava-se a alguém que teve influencia em sua morte. As pessoas que receberam as fitas, tinham a obrigação de escutá-las e, logo após, passar adiante, para o nome da história seguinte. Caso a pessoa não ouvisse, um segundo conjunto de fitas seria espalhado e todos os alunos, pais e funcionários ficariam sabendo dos segredos que nelas estavam. Mas como? Se Hannah Baker está morta, como esse conjunto seria divulgado? Para descobrir você deverá ler ou assistir a série.

Ao terminar de assistir, peguei o livro e encaminhei a leitura, eis que tive uma surpresa: Eu preferi a série ao próprio livro, o que foi surpreendente, pois eu raramente gosto mais das adaptações.

Vou lhes falar por que isso ocorreu: A série é bem mais detalhada (obvio), os pais de Hannah aparecem mais e têm uma participação maior na história (ao contrário do livro, que eles quase nem apareceram), Alguns fatos foram acrescentados, algumas fitas estão em outra ordem, entre outros mil e um motivos. 

 Se eu chorei no livro, na série eu fiquei desidratado de tanto soltar minhas lágrimas. Os fatos, as cenas são bem explicitas, deixando tudo ainda mais real. Prepare seu psicológico, pois esse tema, não é nada fácil. 




Mas, o meu objetivo com esse post é fazer com que vocês nunca se tornem um por quê, nunca hajam de má fé e jamais, nem na pior das hipóteses, maltrate alguém, você não sabe o que está se passando na vida dessa pessoa. Nunca faça com alguém o que você não gostaria que fizessem com você.

Você gostaria de ser xingado, ser estuprado (a), maltratado ou excluído? Creio que não, ninguém quer. Por que ao invés de fazer essas coisas, você não procura ajudar alguém? Sei que não é possível colaborar com todos, mas, uma coisa mínima que você fizer, vai alegrar o dia desse ser humano.

Na série, Hannah só precisava de alguém que a entendesse, a fizesse tirar essa ideia maluca da cabeça. Mas não tinha ninguém ao seu lado, não tinha um ser que pudesse fazer com que ela seguisse com a vida.

Sabe, têm dias que pensamos em desistir e largar de tudo. “Persista, insista, mas nunca desista”, leve essa frase para todo lugar que você for. Não vou dizer que suicídio não é a melhor opção, pois até mesmo o Clay, diz que, ninguém sabe o que está ocorrendo em sua vida, então ninguém pode te julgar.

Todos nós temos um amigo depressivo, Gay, Lésbica, triste e isolado. E o que fazemos por ele? Na maioria das vezes, nada. Sendo que tudo o que ele precisa é de pequenas e sábias palavras. Já está na hora de abrirmos nossos olhos e mudarmos nossos atos.

Bem, acho que vocês já entenderam o real objetivo desse post, então vou ficando por aqui. Deixando essa mensagem pra vocês: NÃO SEJA UM POR QUÊ, NÃO HAJA COMO UM REAL IDIOTA.

Um abraço, e até amanhã.


















































You Might Also Like

4 comentários

  1. Respostas
    1. Muito obrigado fofa <3 Esse era meu real objetivo, fazer vocês refletirem, fiquei muito feliz que consegui! Beijão.

      Excluir
  2. Amei o post, o final ficou maravilhoso, com essa reflexão exposta por você. Continue assim <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAh, como não amar esses leitores ativos? Muito obrigado por tudo! Beijão!

      Excluir

Subscribe